E aí galera...

Obrigado por entrar no blog!
Encontre textos, notícias e informações diversas. Você vai ver por aqui, na área da Educação, várias postagens sobre Pedagogia, Arte e, principalmente, Geografia. Também encontrará algo sobre esporte, política, cultura, entre outros. Pode iniciar seu passeio! E caso queira participar, mande sua sugestão para o e-mail: professorgadomski@gmail.com.

Um grande abraço!!!

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Transposição do Rio São Francisco


           O Projeto de Transposição do Rio São Francisco é uma ideia há muito tempo discutida. O plano básico é construir dois imensos canais ligando o Rio São Francisco a bacias hidrográficas menores do Nordeste.
           De acordo com o governo federal, o projeto seria a solução para o grave problema da seca no Nordeste, pois distribuiria água a 390 municípios dos estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte, somando uma população de 12 milhões de nordestinos.

           A transposição, contudo, tem sido criticada por ambientalistas e representantes de outros setores da sociedade. Porém, o governo alega que o número de empregos criados, direta e indiretamente, graças ao projeto, bem como a solução do problema da seca derrubam toda e qualquer crítica.
           Além da interligação das bacias, o governo também pretende executar um projeto de recuperação do Rio São Francisco e de seus afluentes, pois vários desses rios sofrem problemas de assoreamento, decorrentes do desmatamento para agricultura.

Prós
Contras
O projeto resolveria os problemas sociais existentes na região semiárida do Brasil.
O Nordeste Seco abrange um espaço fisiográfico socioambiental da ordem de 750.000 km2, enquanto que a área que receberá benefícios abrange dois projetos lineares que somam apenas alguns milhares de quilômetros.
A transposição pretende levar água a regiões massacradas pela seca.
Deve ser mantido um equilíbrio entre as águas que seriam obrigatórias para as importantíssimas hidrelétricas já implantadas no médio/baixo vale do rio, pois a energia ali produzida, e transmitida para todo o Nordeste, constitui um tipo de planejamento da mais alta relevância para o espaço total da região.
12 milhões de pessoas serão beneficiadas e a irrigação de polos agrícolas aquecerá a economia e aumentará o número de empregos.
As pessoas que moram na vazante do rio são os responsáveis pelo abastecimento das feiras do sertão, pois fazem horticultura no leito dos rios que perdem fluxo durante o ano, serão os primeiros a serem prejudicados.
As margens do rio São Francisco serão revitalizadas e o tratamento de água diminuirá a poluição.
O projeto causaria danos à fauna e à flora da região.


Fontes da Pesquisa:

45 comentários:

  1. Este projeto deveria ser mais discutido para evitar que, em vez de soluções, trouxesse problemas maiores.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Falo sem embasamento teórico mais aprofundado, mas colocando na balança apenas os fatores apresentados, acho que deve ser feito sim, o quanto antes.

    Atender a população que sofre com a falta d'água é o mais importante.

    ResponderExcluir
  3. Olá, professor!
    Gostei muito do seu blog.
    Um espaço que informa, inspira e diverte ao mesmo tempo.
    Que Deus o abençoe sempre!
    Com carinho,
    Angela

    nospassosdejesusamor.blogspot.com
    docessonhosdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Muito agradecido pelo comentário.
    Que continue sorrindo!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que , pois engloba a suposta tentativa de solucionar um problema que há muito afeta as populações do semi-árido brasileiro, a seca; e, ao mesmo tempo, trata-se de um projeto delicado do ponto de vista ambiental, pois irá afetar um dos rios mais importantes do Brasil, tanto pela sua extensão e importância na manutenção da biodiversidade, quanto pela sua utilização em transportes e abastecimento.Haverá brigas , com essas suposta tentativas , muitas pessoas serão beneficiadas mais outras já não , problemas de muita gente será resolvido ajudará , mais também vai fazer pessoas se prejudicarem. 9 ano Numero: 9

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que deve ser feito sim, o quanto antes.Para atender a população que sofre com a falta de água é o mais importante.


    9°Ano
    Número: 2

    ResponderExcluir
  7. Deveria ser mais discutido esse projeto para em vez de trazer problemas como a falta de água para algumas pessoas tem que trazer soluçoes para ajudar essas pessoas

    9 ano
    Número 8

    ResponderExcluir
  8. Eu acho q sim,,dever ser feito,concerteza,porque todos querem isso a população pede para isso ,,os q sofremm com falta de agua ,,falta de alimento,,etc...
    E com isso haverá brigas,,e muitas brigas com essa iniciativa,,muitas pessoas serão beneficiadas mas a maioria não,,e isso faz q a população sofra
    9º Ano
    Número:7

    ResponderExcluir
  9. Eu acho que deveria existi,pq irá ser melhor para muitas pessoas (12 milhoes de pessoas), e, alem disso, isso resolveria os problemas sociais da regiao ...
    Eu apoio o projeto ...



    Ano:9º
    Nº:11

    ResponderExcluir
  10. Por um lado seria bom, para atender a população que sofre com falta de água, e por outro ruim, pois afetaria um rio muito importante para o Brasil. Mais eu acho que deveria ser feito, pois auxiliaria muito regiões massacradas por seca, ajudaria na agricultura, e tb reduziria a poluição ás márgens do rio.

    9 ano ; Número: 6

    ResponderExcluir
  11. Muito bem. Estou gostando de ler as colocações de vocês. Não tenham receio de escrever suas próprias opiniões. Vamos lá, continuem participando. Quem ainda não postou, não esqueça de fazer isso até dia 20. Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Eu acho que por um lado seria importante atender as pessoas com falta de água, mas por um outro lado pode prejudicar outras pessoas e a agricultura. Se for feito, deve ser bem bolado e bem planejado, para que, no lugar de ajudar umas pessoas, não acabe prejudicando outras.

    9 ano; Número 1

    ResponderExcluir
  13. Eu acho que esse projeto é muito importante para algumas pessoas , mas pode prejudicar muito , as pessoas q precisam da aguá para a a agricultura , ou seja para o seu modo de vida , e também esse rio é muito importante .
    Mas eu apoio a projeto sim .
    9 ano ; número : 10

    ResponderExcluir
  14. Acho esse projeto importante , pois várias pessoas seram beneficiadas por isso , mas também algumas pessoas podem ser prejudicadas pela falta de aguá , para o trabalho na agricultura !
    Mas eu sou a favor do projeto sim .
    9 ano ; número : 4 :]

    ResponderExcluir
  15. Deverá ser muito bem planejado ,para aqueles que ficará sem aguá , deveriam tentar ajudar para um lado mais não destruir o outro.Tentar fazeer o posivel para que todos saiam satisfeito.àh todos.9 ano numero 5

    ResponderExcluir
  16. Obrigado fiéis leitores e alunos, pelas várias participações nessa postagem. Acredito que esse é um tema muito importante na atualidade, e deve ser discutido por todos, independente de residirmos ou não no Nordeste. O estudo da Geografia é essencial para melhor compreendermos nosso mundo, e é um estudo muito interessante. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  17. É óbvio que precisamos analisar cada ponto positivo e negativo. Mas, nos coloquemos no lugar das pessoas que habitam essa parte crítica das regiões. Imaginemo-nos morando lá. Você seria contra ou a favor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima colocação. Muitas vezes analisamos ou julgamos determinadas situações "de longe". Ou seja, não estamos inseridos na realidade onde acontece o fato. É o mesmo caso do Código Florestal. Quem o está alterando não vive a realidade de muitos agricultores. Com a transposição não é diferente, os ambientalistas acreditam que seria, e é uma verdade, ruim para o meio ambiente, porém vai beneficiar várias famílias.

      Excluir
  18. Prezado professor,
    Lamentavelmente, não tenho uma visão otimista em relação a esses mega projetos do governo brasileiro. Na verdade, em toda a America do Sul vemos ocorrerem grandes obras de exploração de recursos ambientais, sempre em detrimento da população local mas em benefício das grandes empreiteiras de capital que sequer tem pátria (se tem, não é a nossa). As grandes obras são nada mais do que a forma “legal” (ainda que ilegítima) de transferir recursos públicos para os cofres privados das grandes empresas mundiais. É por isso que vemos aprovarem esses megaprojetos mesmo que flagrantemente contra as determinações da Constituição e das leis infraconstitucionais que tratam do meio ambiente. Vivemos uma crise nesse sentido. E não vejo que a sociedade brasileira, ou dos demais países afetados por esse fenômeno que recrudesceu sob a ideologia do neoliberalismo, possa se insurgir contra tal estado de coisa pois para tanto seria necessário que um elevadíssimo número de cidadãos compreendam exatamente do que se trata: de transferir recursos públicos para as bilionárias empresas privadas que atuam nesse segmento. Como vamos lograr esse grau de conscientização num país onde ainda impera analfabetismo, IDH baixíssimo e com uma a classe média que representa o ápice da sociedade de consumo?
    Em todo o terceiro mundo a miséria se impõe enquanto uma pequena parcela enriquece. E muito. Entre nós, temos uma classe média que se cala com uma melhoria econômica de vida, mas que vive apavorada pelo avanço da criminalidade, que ela erroneamente atribui à falta de punição dos pobres que se transformam em bandidos, sem compreender que os verdadeiros bandidos estão entre aqueles que deveriam combater a pobreza com a implantação de um sistema mais humanitário que lograsse a divisão equitativa das riquezas naturais. Na verdade, os governos dos diversos Estados do planeta mostram-se omissos em sua obrigação de proteger as classes pobres. A meta é o acúmulo do capital. As próprias grandes obras que envolvem o meio ambiente – além da apropriação das riquezas e do recebimento de mega parcelas do dinheiro publico - impõem baixos salários aos operários pelas empresas detentoras do capital que ganham essas licitações. Sem falar nos que são simplesmente ignorados, excluídos mesmo da fruição de direitos fundamentais constitucionalmente garantidos. Desenvolvimento sustentável é apenas uma retórica repetida pelos governantes e um conceito que jamais será compreendido pelas 800 milhões de pessoas em todo o mundo sem acesso à água de boa qualidade ou por aqueles que estão a vender um rim, um pedaço de seu próprio fígado, uma córnea, por dois mil reais.
    Enfim, desculpa todo esse pessimismo, mas não seria sincera se escrevesse que estamos em um momento alvissareiro.
    Ana Maria Magalhães

    ResponderExcluir
  19. Elizandro, ótimo texto. Parabéns pela iniciativa do blog. Assim devem ser nossos educadores "inovadores".

    ResponderExcluir
  20. Bom,eu acho que devia ser feito sim,porque a população vai precisar de mais água,pois sofre de mais com a falta de água,alimentos,etc.É isso ,beijocas.
    9 ano
    Número:3

    ResponderExcluir
  21. Custo da transposição do rio São Francisco aumentou 71% e chega a R$ 8 bi
    Vencido o prazo original em que a transposição do Rio São Francisco deveria estar pronta e funcionando no semiárido nordestino, a obra registrou aumento de R$ 3,4 bilhões - ou 71% - em seus custos em relação à previsão inicial, segundo a mais recente estimativa feita pelo Ministério da Integração Nacional. Desde o início do governo Dilma Rousseff, o custo total da obra pulou de R$ 4,8 bilhões para R$ 8,2 bilhões. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva previa inaugurar a obra em 2010.

    Isso significa que, se a transposição fosse uma aplicação financeira, teria rendido 65% acima da inflação do período. Para essa comparação, o jornal O Estado de S. Paulo usou a variação de preços medida pelo IPCA, índice usado no regime de metas de inflação do governo. A alta foi de 8,2% entre dezembro de 2010 e março de 2012.

    A construção de cerca de 600 quilômetros de canais de concreto que desviarão parte das águas do rio ainda deve consumir mais 45 meses. O preço aumentou com a renegociação dos contratos originais e o lançamento programado de mais de R$ 2,6 bilhões em novas licitações.
    Iniciada em 2007 como a mais cara a ser paga com dinheiro dos tributos entre os projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a obra da transposição do São Francisco está parada em três trechos: em Salgueiro (PE), Verdejante (PE) e São José das Piranhas (PB). Os contratos originais referentes a esses trechos serão rompidos e haverá nova licitação. Também serão licitados trechos de obras 'remanescentes' ao longo de quase toda a extensão do projeto.
    Há dois outros trechos em reforma, pois placas de concreto que haviam sido colocadas racharam, registraram fissuras, ou se deslocaram, supostamente por falhas na drenagem de canais que não suportaram chuvas fortes. Todos os demais trechos tocados pela iniciativa privada tiveram os preços aumentados em até 25%, limite fixado pela lei de licitações.

    ResponderExcluir
  22. Sou a favor da transposiçao do rio São Francisco,pois ira beneficiar varias pessoas e ira resolver o problema da seca em varias regioes do Nordeste.
    Com essa transposição a agricultura tambem ira se beneficiar pois vai ser mais valorizada pelas pessoas da região.

    7°-18 Marianna.

    ResponderExcluir
  23. Eu sou a favor da Transposição do Rio São Francisco. Pois vai ajudar vários nordestinos a se livrarem da seca fazendo com que eles (nordestinos) tenham uma vida muito melhor sem a falta de água. Acho uma ótima ideia para resolver o problema do estados (Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte )da região Norte.
    7º ANO: MURILLO

    ResponderExcluir
  24. Eu acho a tranposição do Rio São Franscisco uma ótima ideia , pois as pessoas que moram perto serão benificiadas , pois poderão usar para pesca , agricultura , produção de energia elétrica , transporte de pessoas e de mecadorias e usar na lavoura e terão agua para beber...
    E como você disse 12 milhões de pessoas serão benificiadas com as água do Rio São Francisco , mas também a os seus pontos negativos , né como uma parte do Nordeste não haverá tenta água para usar . 7º ano - 5 (Daniel)

    ResponderExcluir
  25. willyan g. frasson2 de agosto de 2012 14:34

    eu acho q deve sim ser feito pois muita gente não tem água, alimentos, etc. muitas vezes tem de trazer água com um caminhão pipa

    7ª ano número: 24

    ResponderExcluir
  26. Eu acho que sim,porque têm muitas pessoas passando fome,sede...por falta de água já que lá tem um clima muito seco.E isso vai ser muito bom para o desenvolvimento social,econômico,na agricultura.
    Mais vai causar prejuízos ambientais e não vai beneficiar algumas pesssoas.
    7 ano número:15

    ResponderExcluir
  27. eu gabrieli aliny veloso sou contra a transposiçao do rio sao fracisco pois ajudara a combater a seca de algumas regioes proximas , mas prejudicara umas das coisas mais importantes a FAUNA E A FLORA TERRESTRE e alem disso ira prejudicar algumas pessoas como as que moram perto rio sao francisco pois se eles tirarem a agua do rio para trasportar em outros lugares as pessoas ao redor iram ficar sem agua. Entao eu sou contra por que eles iram ajudar as pessoas que estao em seca e prejudicar á Flora e á Fauna eas pessoas perto do rio.

    7 ano numero 9

    ResponderExcluir
  28. sou do sétimo ano, numero4 da chamada eu sou contra porquê o clima seco é de lá e se tirarem dali vai tirar o rio mais conhecido por la e é o bem natural daquele lugar.
    O rio vai ser gasto do mesmo jeito por que lá tem muita gente, então eu acho que,tem que ir tirando aos poucos do rio, por que tem muita gente que não tem conhecimento que á água vai acabar.Christiani Balicki

    ResponderExcluir
  29. eu taina Denise veloso sou a favor pois com isso pode fazer com que muitas pessoas não morram de cede pois ira combater as cecas.
    7 ano numero 22.

    ResponderExcluir
  30. EU CARLOS SOU CONTRA A DIVISÃO DO RIO SAO FRANSISCO POR QUE FAI PROJUDICAR MUITA COISAS TIPO A FLORESTA as pessoas os animais etc...
    As pessoas elas ganhan agua por um caminhao pipa entao nao e preciso a separasao do rio sao fransisco.

    7ano numero 03

    ResponderExcluir
  31. Eu acho uma otima ideia, pois diminuira a sede na região do Nordeste, pois alem de dar aguá para as pessoas tambem dara aguá para as plantase os animais.

    7ºAno
    numero:14

    ResponderExcluir
  32. 7ano-8
    sim porque ajudarar muitas familias

    ResponderExcluir
  33. Bom eu acho que sim por que iria ajudar 39° munincipios isso pode ajudar muitas familias e pode ajudar a irrigar o solo e isso ajudaria muitos agricultores bom essa é a minha opinião professor
    7°ano-13

    ResponderExcluir
  34. Se levar água de um lugar onde não irá prejudicar o outro então os dois lugares teram água para a população usar,então será um beneficio.

    7° Ano_01 _ Adriano Cielo.

    ResponderExcluir
  35. Sim.Porque vai beneficiar varias pessoas ajudando as com a aguá para eles beberem, tomarem banho,regarem a plantação e etc.

    7 ano numero 11

    ResponderExcluir
  36. Eu sou a favor porque a maioria da população sairá da miséria de água e isso ajudará na irrigação, agricultura, pesca, transporte de pessoas e etc.
    7°ano-10- Geisa

    ResponderExcluir
  37. Ótimos comentários alunos do 7º ano. Estou gostando de ler. Percebi que temos algumas opiniões diferentes, que se divergem, e isso é bom. Vamos discutir mais em sala de aula.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  38. Acho uma Boa ideia, poois pode acabar coom a seca dessa regiao, e melhorar a vida de muitas pessoas que sofrem coom essas condeiçooes principalmente na Agricultra e nos transportes...
    7º ano -16- Luana

    ResponderExcluir
  39. não sou a favor porque só vai beneficiar algumas regiões e não todas
    7º ano Marcus Vinicius

    ResponderExcluir
  40. sou a favor porque ela irá ajudar muitas famílias e tambem vai acabar com o problema da seca em diversos estado do nordeste.
    7ºano.número:6(eduardo tizatto)

    ResponderExcluir
  41. Na época da criação do projeto ainda não existia a MAQUINA DE FABRICAR ÁGUA DO AR, A CAPITAL DE ANGOLA, LUANDA, SERÁ BENEFICIADA POR UMA EMPRESA DE MINAS GERAIS (BRASIL) PARA ENCHER UMA REPRESA USANDO APENAS ESSA MAQUINA QUE CONVERTE O AR POR CONDENSAÇÃO E FABRICA ÁGUA MELHOR QUE A MINERAL, O PRINCÍPIO SE BASEIA NA CONDENSAÇÃO DO AR, ACHO QUE VARIAS PESSOAS JÁ TIVERAM A OPORTUNIDADE DE VER QUE OS CONDICIONADORES DE AR FIXADOS EM EDIFÍCIOS FICAM O DIA TODO PINGANDO ÁGUA, ESSE FOI O PRINCÍPIO DA IDEIA DE ALGUEM QUE INVENTOU ESSA ÁGUA, NO NORDESTE ENTÃO, NÃO ENTENDO PORQUE ATÉ HOJE NÃO SE USA ESSA MAQUINA, NÃO SE USA ENERGIA SOLAR, E TAMPOUCO USAM ENERGIA DO SOL PARA CONVERTER ÁGUA DO MAR EM HIDROGENIO PARA GERAR ELETRICIDADE OU AINDA PARA MOVER CARROS A HIDROGENIO, INFELIZMENTE, É ASSIM NO BRASIL. SE ALGUMAS PESSOAS NÃO ACREDITAM, PESQUISEM NO GOOGLE E VERÃO QUE JÁ EXISTEM MUITAS TECNOLOGIAS.

    ResponderExcluir
  42. Professor, parabéns pela iniciativa da discussão em seu blog. Reparo que os muitos participantes são jovens, e serão testemunhas dessa história.

    Mesmo que não cheguemos a um consenso nessa discussão, até porque a da transposição começou com D. Pedro II, concordemos, alguém precisava fazer alguma coisa.

    Sou um entusiasta do projeto, não nego, mas como já foi dito - "Papel e prancheta aceitam tudo" e, "Na prática, a teoria é outra". Reconheço o mérito do governo atual em levar a termos o projeto apesar de toda polemica. Estou a vontade para elogiar, nunca votei no partido da situação. Infelizmente, a execução do projeto é tudo que somos como bons Brasileiros, péssimos planejadores.

    Imagine o Sr. que num lapso executivo, alguém menosprezou o fato de que para se fazer o concreto do canal é necessário água. E a pouca que já existia, foi usada de forma decisiva, e inconsequente num ano em que a seca é das piores dos últimos trinta. Mas será que alguém poderia planejar alguma coisa sobre o bioma mais desconhecido já conhecido - a caatinga? Difícil. Mesmo assim continuo apoiando o quem tem sido feito.

    Permita-me, sou mineiro conhecedor da nascente do São Francisco na Serra da Canastra, e de toda sua majestade em muitas regiões. Acredito que 1,4% da vazão do Velho Chico não vai abalar sua grandeza.

    A trinta e um anos tenho o privilégio de ver o sol nascer nas mais belas, e queridas praias da região nordeste. E também conviver com mais absoluta miséria humana IMPOSTA a um povo bravo e guerreiro, que como os árabes, passaram anos caminhando sobre tesouros.

    Os muitos projetos regionais de irrigação bem sucedidos são a maior prova da viabilidade economica, financeira, e agora social, espero, da iniciativa. Que venha a história.

    Sugestão aos interessados: "Bases para a transformação" no site do Ministério da Integração Nacional - www.integracao.gov.br. E mapas, já que o assunto é geografia, no www.ideosfera.ggf.br. Bom proveito.

    ResponderExcluir
  43. Eu acho isso uma palhaçada .. porque eles nem perguntaram aos nordestinos (incluindo eu , que moro em juazeiro da bahia) o que nos achavamos da transposiçao .. ai eu faço uma pergunta a voces ? e nos que tambem sofremos com a seca com a falta de agua ,em ?.... vcs que sao a favor certamente nao moram no nordeste, certamente nao ver a situaçao do rio sao francisco , o rio ta secando gente .. se essa transposiçao acontece , o rio vai seca (deus quera que nao) o rio seca e nao vai ter agua nem pra um nem pra outro .. e si seca o que o governo vai fazer ? nada seu bando de hipocritas ... so si com nosso dinheiro que eles roubam de nos , eles suborne deus e faça chover aqui ... tenho muito orgulho de mora no sertao no nordeste , tenho muito orgulho de dar sempre que posso uma olhadinha no rio sao francisco que fiva aqui de frente ... mais certamente nao tenho orgulho de mora no brasil, porque os poderosos so sabem olha pra o proprio nariz... sou totalmente contra a transposiçao do rio sao francisco ... muita gente vai dizer que eu estou sendo egoista com as outras pessoas que tambem precisa de agua ,mais nao .. a presidente deveria investi o dinheiro pra ajuda elas ,nao pra estraga o que ja esta ruim..

    ResponderExcluir